Existem inúmeras possibilidades de produção de conteúdo para blog: artigos, listas, infográficos, reviews, webinars, e-books, white papers etc… Cada um deles cumpre um papel específico em uma estratégia de Marketing de Conteúdo.

Hoje vamos falar dos chamados materiais ricos, categoria onde estão incluídos os e-books, por exemplo. Eles são ótimos para atrair público e, através de downloads, fornecer dados de contato de potenciais clientes.

Mas não é tão simples assim colher bons frutos desse tipo de conteúdo. É preciso entender como e quando utilizar os materiais ricos em seu planejamento de marketing para que eles produzam os resultados esperados.

Ou seja, você tem que conceber esse conteúdo para blog como estratégia de conversão. Nesse caso, conversão significa download desses materiais.

Primeiramente, o que é material rico?

No Marketing de Conteúdo, material rico significa um conteúdo mais completo, denso e aprofundado. Normalmente, eles trazem informações mais específicas e são mais extensos do que blog posts comuns.

Os materiais ricos mais conhecidos são:

  • E-books: conteúdos digitais em formato de livro. Geralmente estão disponíveis para download.
  • White papers: têm formato semelhante aos e-books, só que costumam ser mais técnicos e complexos. Eles podem servir como manuais para ajudar o leitor a solucionar algum problema específico. Geralmente também estão disponíveis para download.

No entanto, vários outros formatos de conteúdo podem ser considerados materiais ricos. Basta que eles cumpram a função de aprofundar algum tema.

Material rico: onde se encaixa no funil estratégico?

Para que os materiais ricos produzam resultados, eles precisam ser planejados para servir ao funil de conversão do seu blog.

Você já conhece o funil de conversão e suas etapas, certo? É aquela ideia de produzir conteúdo de acordo com a fase em que o leitor se encontra no relacionamento com a sua marca… Vamos relembrar rapidamente:

  • Topo de funil: momento de atrair tráfego para o seu blog. Nessa etapa, os conteúdos devem ser mais amplos e educativos para atrair pessoas interessadas em temas específicos, que podem ser potenciais clientes.
  • Meio de funil: essa etapa é o momento de converter os leitores em leads. Aqui, as pessoas já leram bastante sobre o tema, identificaram um problema e estão considerando uma solução. É hora de encaminhá-las para a última etapa do funil.
  • Fundo de funil: na última etapa, os leads já são qualificados (ou seja, estão prontos para tomar uma decisão). Aqui os conteúdos devem ser mais incisivos, apontando sua marca como a melhor opção para solucionar o problema.

Os materiais ricos podem ser produzidos em qualquer uma dessas etapas. O que varia é a maneira como você vai abordar o tema e o objetivo estratégico desse conteúdo.

Os materiais ricos de topo e meio de funil geralmente são disponibilizados em download com o objetivo de captar dados do leitor (nome, e-mail, telefone, idade, profissão etc) e, posteriormente, qualificá-los em leads.

Já os de fundo de funil podem vir com um convite mais explícito para o leitor testar ou mesmo comprar um produto ou serviço.

Como o blog pode aumentar downloads de material rico?

Além de ajudar a mapear o tipo de conteúdo mais adequado para cada público, construir uma estratégia de conversão para blog também pode ajudar a aumentar os downloads de materiais ricos.

Para isso, você tem que pensar em postagens estratégicas que levem mais leitores a baixar o conteúdo que você preparou. Veja algumas ideias:

  • Fale sobre o tema que o material rico aborda em outras postagens do blog. Você pode citar alguns trechos ou imagens e, claro, incluir ao menos um link para o download do material. A ideia é instigar a curiosidade do leitor!
  • Abuse dos CTAs para guiar o leitor até a landing page do material rico. Essas chamadas para ação podem ser incluídas em outras postagens, mas o convite deve soar natural. O leitor tem que entender o material rico como um complemento ao assunto que está lendo.
  • Considere fazer guest posts. Guests posts são os chamados “artigos de convidados”, que surgem através de parcerias entre sites. É a oportunidade de você escrever para outros blogs e divulgar seu material rico para novas audiências.
  • Dê atenção à linkagem nos conteúdos, utilizando a palavra-chave da página de download do material rico como texto âncora. Isso ajuda a página a subir no Google e chegar a mais pessoas.

Produzir material rico de qualidade dá bastante trabalho, mas é uma estratégia com grande potencial para conquistar novos leads e clientes. Por isso, é importante direcionar esforços para que esse trabalho não seja à toa.

Bem, agora é só colocar em prática nossas dicas de conversão para blog e ver os materiais ricos que você produz conquistarem cada vez mais leitores. Boa sorte!