A criação de blogs para empresas é uma das opções mais interessantes para geração de resultados na estratégia de marketing digital. É importante, porém, lembrar que não basta colocar um blog no ar, é preciso utilizá-lo e atualizá-lo da forma correta para que seja uma ferramenta eficaz na sua estratégia de marketing!

Criar um funil de conversão é uma das etapas mais importantes — e desafiadoras — quando se fala de conteúdos para blogs, principalmente com quando o foco está no e-commerce.

Na prática, é o funil que vai atrair tráfego para o seu blog. Neste texto você aprenderá quais são as etapas do funil e os pré-requisitos para chegar até a sua criação. Vem conferir!

Antes de tudo…

Antes de começarmos a entender as etapas do funil para seu blog, é preciso ter certeza de que outros pontos essenciais da estratégia já estão bem alinhados.

Verifique se você já possui algumas definições básicas para o seu negócio, como:

  • persona;
  • jornada de compra;
  • mix de produtos;
  • objetivos do blog.

Isso tudo é imprescindível para que você entenda quem é o público que você conversa em seus conteúdos. Além disso, possibilita saber como ele chegou até você e o que ele vai encontrar de diferencial na sua marca.

Por fim, os objetivos farão toda diferença na linguagem e na definição dos temas dos conteúdos. Com isso, se você ainda não tem esses pontos definidos, volte uma casa e defina-os antes de começar a pensar em criar um blog. Combinado?

Planejando o funil de conversão

Se você chegou até aqui, presumimos que as definições anteriores estão bem feitas e atualizadas, certo? Por isso, podemos ir para o planejamento do funil de conversão. Na prática, ele tem três etapas: o fundo, o meio e o topo. Vamos a cada uma!

Fundo de funil

O fundo é a última etapa do funil, ou seja, é focado na conversão. Especialmente pensando nas marcas que querem divulgar o seu e-commerce, as próprias descrições do site – tanto de categorias, quanto de produtos – já podem ser considerados conteúdos de fundo de funil, pois ajudarão na decisão de compra.

Além disso, também é possível criar posts para o blog focados na conversão. Tudo depende da estratégia e da persona, mas em alguns casos, é possível ser mais agressivo, trazendo listas de produtos ou comparações de preços.

O mais importante é que, nessa fase do funil, os leitores do seu conteúdo consigam entendam os benefícios do seu produto. Assim, eles se tornarão não apenas simpatizantes da sua marca, mas de fato consumidores!

Meio do funil

Os conteúdos do meio do funil precisam contar com o equilíbrio, pois já é uma fase em que o leitor está considerando a compra, mas ainda não vê sua real necessidade. O ideal, então, é investir mais nas linkagens que levam até a sua loja virtual!

Também é esta uma ótima fase para transformar os leitores em leads, pensando em ações onde você possa se aproximar dessas pessoas e criar um relacionamento mais sólido. É essa relação que vai levar o leitor a considerar melhor a compra, levando-o a última etapa do funil.

Topo do funil

Essa é a etapa mais soft, mas também a mais decisiva. O topo do funil é o responsável por atrair tráfego, ou seja: através de temas de interesse do seu público, você vai trazê-los para conhecerem a sua marca e/ou loja virtual.

Os conteúdos devem ser mais amplos e gerais, sem tanto foco nos produtos, mas já direcionando o leitor a pensar na sua marca como uma possibilidade. As linkagens devem ser não somente para produtos, mas principalmente para conteúdos de meio de funil. Entendeu a lógica?

O mais importante é lembrar que, nesta fase, qualquer leitor pode vir a se tornar consumidor. Conteúdos de valor vão manter o seu blog para e-commerce e levar o leitor a confiar em você. Aposte nisso!

Mãos na massa!

Chegou a hora de colocar as mãos na massa e criar o funil de conversão para o seu blog. Não importa a ordem de criação, mas que cada etapa seja bem pensada de acordo com a sua estratégia.

Esperamos ter ajudado você e sua empresa a gerar mais resultados através dessa estratégia de marketing digital. Acompanhe as demais postagens para aprender a gerenciar o seu novo blog! Até mais.