Sabe aquela velha máxima de que tempo é dinheiro? Quem é escritor profissional sente ela na pele diariamente. Geralmente, escritores e redatores web são pagos pelo número de palavras escritas ou pela quantidade de horas de trabalho.

Por isso, não é difícil concluir que quem escreve mais em menos tempo acaba tendo melhores rendimentos financeiros, né?

Só que uma das grandes dificuldades para ganhar mais dinheiro com a escrita é justamente conseguir aproveitar bem o tempo de trabalho e ser mais produtivo.

Afinal, é muito fácil mesmo desviar a atenção para o celular, dar aquela conferida nas redes sociais pela 13ª vez no dia, responder um amigo no Whatsapp… Até as tarefas da casa podem roubar o foco quando você trabalha em home office.

É por isso que eu digo que você precisa criar uma rotina de escrita e preservar seu tempo e espaço de trabalho com unhas e dentes.

Para te ajudar, separei aqui 3 dicas que funcionam para mim e podem funcionar para você também se quiser se tornar um escritor mais produtivo:

1 – Escreva sempre e encontre seu melhor horário!

Sabe qual é um dos “segredos” dos escritores profissionais que alcançam bons rendimentos? Eles escrevem sempre, todos os dias, sem desculpas!

Repare que eu coloquei “segredo” entre aspas, porque essa uma dica meio óbvia até. Como tudo na vida, a prática e a constância são a chave para uma escrita mais ágil, mais fluida e mais eficiente.

Isso não quer dizer que você não pode folgar um dia ou outro na semana. Pode e deve: descansar areja a mente e fazer você voltar para o trabalho com novas ideias e mais gás para produzir!

Mas o que não pode acontecer é arranjar outras coisas para fazer na hora que você reservou para o trabalho. Aquela famosa procrastinação, sabe? Escrever deve ser, antes de tudo, um compromisso de você consigo mesmo.

E esse compromisso pode ser em qualquer hora do dia. Com o tempo e o autoconhecimento, você percebe os melhores horários para escrever — aqueles que se encaixam melhor na sua rotina e no seu ciclo criativo natural.

2 – Seu escritório é sagrado

Se o tempo que a gente reserva para escrever tem que ser preservado, o mesmo vale para o local de trabalho, concorda?

Bem, na verdade, essa não é uma opinião unânime. Tem escritores que conseguem produzir muito bem em cafés barulhentos, com a TV ligada, na sala junto com as crianças brincando, enfim.

Mas, para mim, o escritório deve ser sagrado. Eu acho que faz toda a diferença ter um cômodo organizado, silencioso e sem nenhuma distração para conseguir focar, organizar as ideias e colocá-las no papel.

Como eu falei, cada pessoa tem seu jeito; o que vale para mim não necessariamente funciona com você. Mas, se tem sido difícil produzir bem por aí, quem sabe seja interessante observar como anda seu escritório?

3 – Esvazie sua mente das preocupações

Digamos que você tem um parente com um problema de saúde. Uma dívida que não sabe como vai pagar ou uma preocupação qualquer que está te tirando o sono. Quase impossível ser um escritor produtivo nessas circunstâncias, né?

Isso porque as preocupações ocupam a nossa mente e desviam o foco do trabalho. Elas ativam mecanismos de ansiedade que bloqueiam a criatividade mesmo. Mas e aí, como resolver isso?

Primeiro, tente alguma encontrar uma solução para o seu problema ou peça ajuda para quem pode resolver. Só de fazer esse movimento você já vai poder “riscar” um pendência na sua cabeça e deixá-la livre para fazer a sua tarefa.

Mas, se você não puder resolver o que te preocupa rapidamente, existem algumas técnicas para tentar “esvaziar a mente” mais rápido, como meditação, exercícios físicos, prática de mindfulness.

Para mim, fazer uma caminhada e andar de bicicleta funcionam bem para descomprimir o estresse do dia a dia e voltar para meus textos ainda mais criativa e produtiva! 🙂

Conclusão

E você, já testou algumas dessas técnicas para ser um escritor mais produtivo? Tem outra dica para compartilhar com quem está começando a carreira de redator?

Deixe a sua opinião nos comentários. Ah, aproveite e veja outros conteúdos da categoria Escrever Melhor aqui no Blog de Marca! 🙂