Já ouviu falar em conteúdo Evergreen? Uma hora ou outra esse termo sempre pipoca em meio às conversas sobre marketing de conteúdo.

Se você buscar a tradução literal da palavra evergreen, vai ver que significa “sempre verde”. Conteúdo sempre verde? O que isso quer dizer?

Em alusão às árvores que mantêm as folhas verdinhas o ano todo (como o pinheiro), esse termo quer dizer conteúdo perene. Ou seja, que não fica desatualizado.

Como saber se um conteúdo é Evergreen?

Para ser classificado como Evergreen, o conteúdo tem que se manter relevante para os leitores por um longo período de tempo. É o oposto do conteúdo noticioso e factual, que atualiza informações e novidades importantes apenas no momento.

Esse texto que você está lendo, por exemplo, é um conteúdo Evergreen. As informações que estou tratando não vão ficar desatualizadas, mesmo que você acesse essa publicação dois anos depois da data em que foi publicada.

E assim é praticamente todo conteúdo que publicamos aqui no Blog de Marca, com exceção dos artigos opinativos e sobre atualizações da área. Isso porque o marketing digital, especialmente quando se trata de estratégia para blog, se vale muito dos conteúdos Evergreen.

Qual a importância desse conteúdo em uma estratégia de blog?

Os conteúdo perenes são a base para gerar sua estratégia para blog. Através deles, você ganha autoridade entre o seu público e consegue conduzir os leitores através do funil de conversão.

Mas de que maneiras?

1. Atraindo visitas constantes

Os conteúdos Evergreen ajudam a atrair tráfego do Google para seu blog de forma contínua, justamente porque eles não são assuntos do momento, que os usuários procuram apenas uma vez na vida.

Eles são textos educativos, conceituais, com dicas, tutoriais, listas etc, e esse tipo de conteúdo é sempre atual. Ou seja, as visitas a essas postagens podem continuar acontecendo muito tempo depois da publicação.

É claro que, para isso acontecer, o conteúdo precisa estar bem otimizado para o buscador, fazendo bom uso de palavras-chaves e práticas de SEO.

Veja 4 dicas de otimização de sites que você deve aplicar no seu blog

2. Gerando potencial de links externos

Alguns acreditam que conteúdos noticiosos e temas do momento ganham mais links externos justamente pela popularidade instantânea.

Mas, isso é somente um ponto de vista. Por exemplo, enquanto um post de atualizações ganha vários links externos em um mês e nunca mais (pois acabou o “boom”), um conteúdo Evergreen pode ganhar links novos para sempre, ou quase sempre. 🙂

→ Falando em sites externos, entenda o que é link building e como usar em uma estratégia de conteúdo

3. Segmentando seus leads

Uma das grandes vantagens da estratégia de conteúdo para blog é o potencial de geração de leads qualificados, e o conteúdo Evergreen é um aliado poderoso nisso!

Produzindo principalmente para o topo de funil, você consegue abordar assuntos específicos e captar os usuários que já estavam interessados neles.

Assim, começa o trabalho de nutrir esse relacionamento e conduzi-los pelo funil, aumentando as chances desses usuários virarem leads. Repare que, em todas essas etapas, o conteúdo Evergreen é a base para a estratégia acontecer.

Conclusão

Conteúdos Evergreen podem ser de estilos muito diferentes, mas todos têm uma coisa em comum: a relevância atemporal. Por isso eles são tão úteis para atrair leitores e utilizar o conteúdo para blog como estratégia de conversão.

Só não baseie seu blog 100% neles, porque há outros tipos de conteúdo complementares que também são muito importantes, certo?

Se você ficou com alguma dúvida sobre o assunto, escreva para a gente nos comentários. Até a próxima! 🙂