Continuando nossa série sobre o funil de vendas, depois de atrair e despertar o interesse dos leads no topo, agora é hora de explorar o meio de funil. Neste post vamos ajudar você a entender como criar conteúdo para essa etapa.

É neste estágio que você mostra como vai ajudar seus potenciais clientes a resolverem problemas. Se você tem dúvidas sobre como criar conteúdo para o meio de funil, acompanhe este post!

O que acontece no meio de funil

É no meio do funil que os potenciais clientes atraídos no topo serão melhor orientados para serem conduzidos até a venda. É o momento da conversão, em que o grande grupo de desconhecidos é reduzido para se tornarem leads, aproximando-se da venda final.

Quem chegou até aqui, tem mais curiosidade sobre o que pode fazer para resolver seus problemas (que agora estão melhor diagnosticados). Provavelmente, tem maior necessidade das soluções que você tem a oferecer.

Por isso, é hora de auxiliar o potencial cliente a entender como a sua solução vai ajudá-lo a resolver aquele problema que tanto o incomoda. É preciso fornecer várias alternativas de solução, mas também, orientações a fim de ter maior clareza para tomar decisões no momento de venda.

O que considerar no conteúdo para meio do funil

O melhor conteúdo para o meio do funil é o que oferecerá conceitos de diferentes perspectivas e alternativas para resolver um problema.

Vale ser muito transparente sobre o que sua solução pode oferecer de fato, pois isso evita que se mantenham os leads que não tem real necessidade do seu produto. O importante é cruzar as dores do seu potencial cliente, já bem definidas, com o que sua solução pode oferecer.

Dicas de como criar conteúdo para meio de funil

Para ficar ainda mais claro e evitar alguns erros comuns na hora de criar conteúdo para o meio de funil, aqui vão algumas dicas para você:

  • escreva conteúdos mais completos e aprofundados do que no estágio anterior;
  • seja conceitual, mas mantenha o equilíbrio com a prática;
  • seja neutro ao falar sobre as diferentes soluções existentes para o problema do potencial cliente;
  • fale sobre o que a sua solução pode oferecer, sem citar diretamente sobre a sua empresa o tempo todo.

Formatos que podem ser explorados

Os mais eficientes são ebooks ou whitepapers, apresentações online, vídeos, posts em blog e infográficos.

O importante é que estes diferentes formatos explorem conteúdos exclusivos e que entreguem real valor para os potenciais clientes. É interessante estudar bem os hábitos de consumo de conteúdo da sua persona, para entender quais deles serão os mais interessantes e criar o hábito de fazer testes.

Ao criar conteúdo para este estágio do funil, o importante é ter em mente que ajudará seu potencial cliente a se tornar mais consciente sobre as opções que tem, direcionando-o com maior consciência para o momento de compra.

Agora que você entende melhor sobre como criar conteúdo para meio de funil, siga conosco para o próximo estágio, o fundo de funil! Fique ligado nos próximos conteúdos seguindo nossas redes sociais: Facebook, Instagram, Youtube, Google+ e Twitter.