Optar pela contratação de uma agência para a produção de conteúdos de qualidade para o seu blog é fundamental para garantir o sucesso das estratégias de marketing de conteúdo. Contudo, durante esse processo, podem surgir algumas dúvidas.

Se esse é o seu caso, este post é para você! Aqui, falaremos sobre as características que uma agência de conteúdo deve ter, quais os processos para assegurar a qualidade dos conteúdos e, ainda, falaremos sobre a importância de contar com um bom parceiro. Confira!

Como deve ser uma agência de conteúdo?

Uma agência de conteúdo de qualidade, antes de mais nada, deve possuir um blog muito bem organizado. Afinal, se ela não consegue cuidar de sua estratégia, quem garante que ela cuidará da sua?

Observe se os conteúdos são bem escritos e relevantes e se a utilização de imagens condiz com os temas. Além disso, busque por materiais como e-books, infográficos, whitepapers etc. Esses materiais também dão pistas sobre a qualidade da agência.

Após essa primeira avaliação, entre em contato e agende uma visita para conhecê-la. Desse modo, você poderá verificar se ela possui estrutura adequada e profissionais devidamente qualificados para traçar as estratégias de marketing de conteúdo.

De modo geral, uma agência conta com designers, redatores, gerentes de conta, planners (planejamento) e social medias. Esse é o ideal para a execução das tarefas.

Como ela produz conteúdo de qualidade?

Para elaborar um conteúdo de qualidade, é preciso que a agência siga alguns passos básicos. Veja quais são eles, abaixo.

Estudo das necessidades da persona

Antes de tudo, ela precisa pesquisar e identificar o perfil do público-alvo das estratégias, elaborar uma persona e compreender a fundo as suas dores e necessidades. Isso permite personalizar os conteúdos ao máximo, trazendo relevância e qualidade.

Adequação de voz e linguagem

Outro ponto a ser observado pela agência é a definição do tom de voz e da linguagem a ser utilizada nos conteúdos. Se a empresa possui uma postura mais conservadora, o emprego de gírias, por exemplo, pode não ser o melhor caminho.

Construção de calendário editorial

O terceiro passo é definir quais são os tipos de materiais e as temáticas a serem desenvolvidas, indicando qual será a sua data de publicação. A construção desse calendário editoral é fundamental para garantir que as demandas sejam entregues no momento certo e dentro do prazo.

Adequação de palavras-chave

Com as temáticas definidas, ela definirá o conjunto de palavras-chave a serem utilizadas na campanha e, também, em cada conteúdo, a fim de impulsionar os resultados e orientar cada um deles para um tipo de necessidade.

Elaboração de conteúdos originais

Nada de cópias, plágios ou qualquer outro tipo de clonagem. Para que se tenha um conteúdo de qualidade, é preciso criar materiais inéditos e relevantes.

Revisão ortográfica e otimização de SEO

Não existe qualidade sem um processo de controle, certo? Na produção de conteúdos é a mesma coisa. Todos os materiais produzidos devem ser revisados e otimizados para os mecanismos de busca, auxiliando no ranqueamento por meio do link building.

É preciso contratar uma agência?

Como vimos, a produção de um conteúdo de qualidade depende de diversos fatores, desde a construção de um time, até o estabelecimento de processos. Se você ainda está na dúvida se uma agência é necessária, a resposta é sim!

Além da expertise necessária, ela disponibilizará profissionais devidamente capacitados e constantemente atualizados com as novas tendências de mercado. Ter tudo isso internamente pode sair caro, mas uma agência torna tudo melhor e mais em conta.

Produzir conteúdo de qualidade é uma tarefa essencial para o sucesso de qualquer estratégia de marketing digital pois, caso contrário, você não colherá bons frutos e poderá ter prejuízo.

Quer impulsionar as suas estratégias de marketing? Entre em contato com a gente e descubra como podemos lhe ajudar!