A grande vantagem do marketing digital é a possibilidade de mensurar boa parte dos processos de compra e navegação dentro do seu site a partir de ferramentas pagas e gratuitas. O mesmo acontece com a estratégia de marketing de conteúdo, presente nos melhores planejamentos de marketing digital.

Para saber se o seu investimento traz os resultados esperados e está sendo bem aproveitado, basta fazer o cálculo do ROI. Não é difícil, muito menos um bicho de sete cabeças. Tudo vai ser bem explicado ao longo do texto, então continue lendo!

Por que você precisa saber como calcular o ROI?

Se você procura formas de provar que está atingindo resultados com o investimento realizado, ou quer ter certeza de que investir em marketing de conteúdo é uma ótima opção (para não dizer essencial) quando você quer melhorar o seu tráfego orgânico, então o Return On Investment (ROI), ou, em português, “Retorno sobre Investimento” é a métrica que você precisa, pois mostra o valor que retorna para você a cada 1 real que investe.

Como fazer o cálculo do ROI no marketing de conteúdo?

Para que você possa visualizar melhor, acompanhe esse exemplo simples e prático: suponha que você tenha um e-commerce conectado ao Google Analytics e, por isso, consegue visualizar por essa ferramenta quantas vendas teve em determinado período e por quais fontes elas vieram (orgânica, social, links patrocinados, tráfego direto etc.).

Suponha que, em um mês, você conseguiu 400 novos leads e desses, 40 efetuaram uma compra, na seguinte proporção:

  • 15 a partir do tráfego orgânico;
  • 15 pelas campanhas do Google Adwords;
  • 07 pelos posts impulsionados do Facebook; e
  • 03 a partir do e-mail marketing.

Se você souber exatamente qual foi o montante de dinheiro gerado por cada um desses canais de distribuição de conteúdo, pode usar esses números nas suas contas. Caso não saiba, aplique o ticket médio de seus produtos. Suponha que esse valor seja de R$75,00.

Faça uma planilha com todos os investimentos que você fez nas mídias de distribuição do conteúdo produzido no mês e com os custos operacionais. Pode ser, por exemplo:

  • o custo da manutenção do blog: R$100,00;
  • o pagamento do freelancer que faz os conteúdos: R$400,00;
  • o software de e-mail marketing: R$600,00;
  • o investimento em Google Adwords: R$600,00;
  • o investimento em Facebook Ads: R$400,00.

O seu investimento total foi de R$2.100,00. Se 40 pessoas que surgiram como frutos do marketing de conteúdo fizeram uma compra com ticket médio de R$75,00, então você teve um faturamento bruto de R$3.000,00. Para calcular o ROI:

ROI = (retorno – custo do investimento) / custo do investimento

ROI = (3.000 – 2.100) / 2.100

ROI = 0,4285

Em porcentagem:

ROI = 42,85%

O seu retorno sobre investimento é 42,85%, e seu lucro, R$900,00.

Além disso, ao saber quantas compras vieram a partir de quais canais e qual foi o investimento em cada um deles, é possível calcular o ROI de cada fonte separadamente. Assim, saber quais canais estão trazendo melhores resultados e quais precisam ser otimizados ou, em último caso, eliminados da sua estratégia.

Será que você precisa fazer um alto investimento?

Antes de responder essa pergunta, é preciso se questionar o que é um “alto investimento”. Tudo vai depender da sua disponibilidade de verba, do seu empenho e da sua paciência, pois o retorno deve ser sempre proporcional ao investimento. Não existe uma porcentagem mínima para o ROI, nem um resultado ideal esperado. Afinal, tudo vai depender dos seus objetivos.

Lembre-se de que o seu ROI deve ser positivo, o que pode trazer resultados rapidamente ou pode demorar um pouco. Afinal, o marketing de conteúdo é uma estratégia que se constrói aos poucos, e para ser aprimorada precisa de constantes análises e otimizações.

Se você já tem experiência em mensurar resultados no marketing de conteúdo, com o cálculo do ROI, comente sobre como você faz ou como você vai passar a fazer. Compartilhar experiências é o segredo para aprender com os outros e nós também queremos aprender com você.